Botando o primo pra mamar gostoso

E ai galera, belezinha? bem essa e a primeira vez que escrevo aqui então nada mais justo do que me apresentar, meu nome e absolutamente irrelevante, mas podem me chamar de pedro, tenho 18 anos, alto, cabelos curto e preto, comecei a fuder com 16 anos, mas já colocava a galera pra mamar desde os 15. pulando essa parte chata de apresentações bora pro conto pq sei que vocês querem e gozar.

Sete Sensações Anestésico

Era uma sexta feira, acordei de pau duro como sempre e fui pra escola o dia foi chato como sempre, cheguei em casa por volta das 12:30 e minha mãe disse que a gente ia pra casa da minha avo fazer uma visita. era umas 17:00 quando meu pai chegou do serviço e a gente foi, chegamos la por volta das 18:30, cumprimentei todo mundo e meu pai me pediu pra ir comprar uma carne com meu primo. Gui tinha a minha idade, era magrinho e tinha cara de ze droguinha, morava na mesma rua com os pais. cheguei na casa dele e fui entrando, pq ele sempre estava no quarto.

– Ae punheteiro, que cheiro de pau e esse dentro do quarto?. -falei com tom de zoação

– KKK sai fora man, e o cheiro que meu pau tem neh. -ele respondeu se levantando

Apertei a mão dele e dei um abraço.

– meu pai falou pra gente ir comprar uma carne pra assar, lava esse pau ae pq vc ta fedendo kkjkk. -Eu disse.

– rlx kkjkj, deixa eu so tomar um banho aqui e a gente vai. -ele respondeu pegando a toalha.

O restante da noite foi tranquila, na hora de ir embora era por volta de umas 02:00, minha vo não queria que a gente fosse porque já tava muito tarde, mas não adiantou, a gente já estava entrando no carro quando meu primo perguntou se eu não queria ficar, olhei pra minha mãe e ela acenou com um sim com a cabeça. meus pais foram embora e eu entrei mais meu primo pra dentro da casa. minha vo falou onde eu ia dormir e eu falei pro Gui dormir la tbm, pq eu tinha ficado por conta dele. minha vo foi se deitar e a gente ficou la no quarto jogando conversa fora ate que começamos a falar de meninas e tals.

-mano, ce lembra bia? aquela que a gente viva passando a mão na bunda dela. -ele me perguntou.

– krlh, lembro demais era moh rabuda. – -respondi

– pse, os cara vazou um vídeo dela dando. -ele disse

-oloco, mostra ai. -falei me levantando e indo pra cama dele

ele colocou o vídeo e a mina tava de quatro dando pra um e mamando o outro, fiquei maluco pq ela tinha um puta rabão, o pau ja tava quase estourando na bermuda.

-poha man, slc ela e cavala demais saca só do jeito que eu fiquei. -falei mostrando o volume na bermuda.

-kkkjk ta galudão heim, to do mesmo jeito.

olhei pra baixo e vi que o pau dele tbm tava duro.

-ta duro só pq viu meu pau neh viado kkjkj. – falei brincando com ele.

– sai fora gay. -falou me empurrando.

-poha tnc, coloca um porno ai, to numa tesão do krlh. -pedi pra ele.

ele abriu o famoso xvideos e colocou uma mina branquinha um uns 4 negão. o vídeo começou e gente pulou pra ação, quando ela mamava os cara.

-man vou bater uma aqui, se importa? – ele me perguntou já tirando o pau pra fora.

– uai neh, ce ja tirou o pau mesmo, posso fazer nada. – eu disse

– pse, bate uma ai também. -ele falou.

levantei tranquei a porta e me deitei de novo, tirei o pau e comecei a bater bem devagar. olhai pra ele e vi que ele tava dando uma manjada no meu pau.

-curtiu? -perguntei

-oque? -ele disse meio sem graça.

– meu pau pow, ta manjando ele ai parecendo uma vadia. -falei com um tom sacana.

– ta maluco? curto isso não man. -ele disse meio assustado.

– curte não neh.

falei e voltei pra minha punheta, a gente trocou de vídeo e reparei que ele tava me manjando me novo, vi que meu pau tava melado pra krlh, passei o dedo na cabecinha e passei na boca dele.

– desse melzinho ce gosta neh. -falei zuando ele

-vai tomar no cu man, viadagem da poha. -ele falou enquanto limpava a boca no travesseiro.

levantei, peguei na boca dele com força e falei:

-se não quer e so parar de olhar, para de fazer cu doce pq eu sei que ce ta doidinho pra sentir o gosto.

dei um tapinha no rosto dele fiquei de pê na frente dele, peguei na sua nuca e falei:

-da uma lambidinha ai, se não curtir tu nem precisa chupar.

– sei não vey, não curto essas coisa não. – ele disse com cara de duvida.

– se não gosta pq ta quietinho ai ate agora?

forcei a nuca dele conta meu pau e falei:

– mama logo mlk.

encostei o pau na boca dele e ele foi abrindo bem devagar, parecia que era a primeira vez. dai eu fui dar uma de experiente e falei que era pra chupar igual pirulito, sem roçar o dente na cabeça do pau. ele mamou uns 3 minutos e eu falei:

-pra quem não queria mamar tu nem quer tirar a boca uai.

acho que ele ficou meio grilado e deu uma passada do dente no pau. eu puxei o cabelo dele dei outro tapa mais forte no rosto dele.

– mama direito fdp, não queria mamar? agora faz por merecer. -falei com cara de bravo.

– a vovo vai acordar krlh bate devagar. -ele falou com medo.

– foda-se, ta com medo dela descobrir que tu e viadinho? -falei enquanto colocava ele sentado no chão, encostado na parede.

ele mamou mais uns 5 minutos ate que eu comecei a bombar na boca dele como se fosse um cuzinho. quando percebi o pau já tava entrando tudinho.

-man, na moral se vc gozar na minha boca eu vou ficar grilado. -ele disse.

-rlx se eu gozar tu so engole e mostra o viadinho que tu e de verdade. -eu disse.

-seu cu, se gozar eu cuspo. -ele disse enquanto eu colocava o pau na boca dele.

– fica de boa, so vai mamando ai. -falei

quando eu tava quase gozando fiquei meio pistola pq ele disse que se eu gozasse na boca dele ele ia cuspir. encostei a cabeça dele na parede e dei umas duas estocados la no fundo, na terceira eu prendi a cabeça dele e comecei a gozar, ele tentou me empurrar mas não conseguiu, dei uns quatro jatos na garganta dele, tirei o pau todo melado e falei:

-e pra você saber que quem manda sou eu, e eu gozo onde eu quiser, sua putinha.

– rlx man, ja entendi. -ele disse olhando pra baixo.

-da uma ultima mamada aqui então so pra limpar, e sem choro. -falei puxando a boca dele ate ele mamar.

ele levantou e destrancou a porta, perguntei onde ele ia e ele disse que ia lavar a boca, eu perguntei se ele tinha curtido e ele disse que sim, então puxei ele de volta e falei que era pra dormir com o gosto do meu pau na boca. ele voltou e a gente foi dormir.

no outro dia parecia que não tinha acontecido nada, o dia foi normal. de noite meu pai veio me buscar pra gente ir embora.

espero que tenham gostado, se curtirem eu continuo, se não curtirem eu continuo também kkkjkk vlww.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.