Casado roludo me comeu de calcinha

Até aquele dia no bate papo do UOL onde eu conheci o nunca havia me passado pela cabeça que um dia eu iria usar uma calcinha. Comecei a teclar com o Emerson (este é mesmo o nome dele, afinal EXISTEM vários caras com este nome no Brasil), começamos a teclar, ele disse ser ativo e queria transar com homem e que esta seria a sua primeira vez (eu disse que acreditei), mas ele disse que me comeria se eu tivesse a bunda lisa e que se usasse uma calcinha fio dental. Então eu disse: uso se valer a pena. Então ele abriu a web cam e realmente valia muito. Então disse pode trazer a calcinha q você quiser. Trocamos MSN e começamos a teclar com

Sete Sensações Anestésico

freqüência, até o dia em que conseguimos marcar um foda real.
No tal dia ele veio a minha casa, antes, porém eu depilei a bunda, coisa que ainda não havia feito, mas agora acho delicioso um macho chupar meu cuzinho quando ele esta todo lisinho, e fui comprar a calcinha para o meu devorador. Comprei uma preta, de renda, e fio dental como ele havia solicitado, fui a loja Marisa, mas como sou discreto acho q devem ter pensado que era para minha esposa… eles nem imaginavam que eu dali a pouco seria a esposa da vez.

Então ele chegou em minha casa, tomamos uma cerveja que eu havia comprado, comemos uns amendoins, para quebrar o gelo, era sábado e a esposa dele tinha viajado, então tínhamos muito tempo. Então eu já tinha deixado tudo pronto no meu quarto, pedi a ele para colocar um DVD que eu havia separado, e disse que iria ao banheiro, e quando voltei e ele ficou LOUCO, eu estava com a calcinha preta, e havia comprado uma mini saia redonda de colegial, e disse que queria mamar o meu professor. Vocês não imaginam a cara de safado e tesão que ele fez, ficou parado e então eu fui chegando e tirei o pau dele de dentro das calças, pois ele não usa cueca.

O cara é peludo, 42 anos, alto, fofinho, bonito, e uma rola muito gostosa cheia de veias, então comecei a mamar e mamar, chupei o seu saco, sua virilha, engolia todo o seu pauzão, e ele gemia e dizia que eu era uma menina muito má, e que ele iria me “meter” de castigo para em aprender. Ele me colocou de joelhos mandou que eu continuasse a chupar, coisa que eu adoro fazer, e fiquei ali uns 10 minutos com aquela jeba na boca e ele urrava, então ele me jogou na cama e foi chupando o meu cuzinho por cima da calcinha, batendo na minha bunda, dizendo que nunca tive pego nem a mulher dele daquela maneira e que agora eu seria sempre a

substituta, e isso me levou a loucura. Ele então tirou a minha calcinha para o lado e chupou o meu cuzinho que já piscava de prazer e vontade de ter aquele kcte dentro dele. Ele então não demorou, colocou uma camisinha, gel, e começou a colocar só a cabecinha no meu cuzinho, e disse: “quer tudo?” – eu disse claro, mete tudo dentro do meu rabinho, e ele muito sacana disse que só daria se eu implorasse pela rola, coisa que eu fiz com muito prazer. Ele então foi alisando as minhas pernas, meus peitos, e chegou na minha orelha e meteu tudo bem lentamente até eu sentir que ele estava todo dentro de mim, então nesta hora eu gozei de tanto prazer, e ele vendo isso começou um vai e vem delicioso e eu voltei a gozar quando ele gemeu alto e disse

que iria me encher de leite de macho, deitamos na cama de lado com ele ainda todo dentro do meu cuzinho até o seu kcte amolecer, então fomos tomar banho e trepamos a tarde toda. Ficamos amigos, e sempre trepavamos, até o dia em que descobri que a esposa dele é minha colega de trabalho. Parece novela, mas é real. Até mais. Espero que tenham gostado, foi tudo real.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.