Furando a quarentena com o casado

Esses tempos tá difícil arrumar uma fode né? Mas quando o tesão bate não tem jeito. Conversei com um cara casado que a gente dava uns pegas de vez em quando. Ele é um pouco parrudão, não tem muitos pelos, deve ter uns 1,70 uma pica grossa e uma bundona.

Sete Sensações Anestésico

Sempre damos uns pegas no carro e nesse dia ele falou que ia dar umas voltas de bicicleta e me chamou pra ir junto e a gente fuder. Como era perto de casa acabei indo a pé mesmo e logo vejo ele se aproximando. Combinamos de ir atrás de um campinho de futebol, que é bem escuro e dá pra aproveitar… Mas na verdade tem umas indústrias por perto e não tinha um lugar tão tranquilo pra gente meter, então resolvemos ir mais para frente.

Como eram umas estradas de chão que a gente estava passando era bem tranquilo, de um lado tinha algumas indústrias que estavam fechadas naquela hora e do outro lado era mato. Resolvemos aproveitar por ali mesmo. Logo ele entrou atrás de umas árvores e moitas, na verdade não era tanto mato, mas cobria a gente caso alguém passasse ali na estrada naquelas horas.

Como não dava pra perder tempo ele foi logo abaixando a bermuda e mostrando aquele bundão pra eu meter. Já abaixei a calça e a pica já estava dura, encapei e fui conduzindo para o cuzinho dele.

Entro rapidinho e comecei a meter naquela bundona. É muito gostoso ver um cara casado e daquele tamanho rebolando no meu pau. Fui socando lá fundo e ele começou a rebolar na pica. Ia dando tapas no bundão, segurando na cintura e metendo gostoso naquele lugar aberto a ponto de alguém pegar a gente. Passou um caminhão mais nem paramos, continuei socando no cara.

Como não dava pra demorar ficamos ali uns 5 minutos, comecei a apertar o peito dele e ele foi rebolando pedindo pra eu ligar. Soquei mais rápido e lá no fundo e quando estava pra gozar tirei dentro e gozei em cima daquela bundona.

Ele tava batendo uma também e gozou logo em seguida, com a bunda cheia de porra. Ainda foi bater uma bem de leve pra ver se saia mais porra dali. Logo subi minha roupa e sai na frente. Quando passei na indústria que ficava do lado desse mato o guarda estava lá fora olhando, acho que não viu nada pq era um pouco longe, mas deve ter desconfiado hahaha

Agora é esperar pra ver quando vai acontecer a próxima. Votem e comentem se gostaram pra eu postar mais aventuras com esse casado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.