Mamando o meu amigo hétero

Olá, esse é meu terceiro conto, e vou contar algo que rolou no mês passado comigo.

Foi assim, era uma sexta feira normal na qual eu ia sair com alguns amigos e amigas para beber. Papo vai papo vem e foi ficando tarde. As mulheres pediram os Uberes delas, os rapazes (inclusive eu), fomos para a casa de um amigo, já que queríamos fumar um pouco (maconha). Chegando no meu amigo (ele mora sozinho), sentamos todos no sofá da sala e começamos a sessão. Como já era tarde, todos os rapazes acabaram dormindo no sofá mesmo. Eu, por minha vez, fiquei acordado enquanto mexia no celular, vendo umas boas putarias no Twitter como sempre faço.

Um dos meus amigos é atleta, aproximadamente 1,78 de altura, branco, tanquinho bem definido, cerca de 70 kgs, levemente malhado, e com cara de quem tem um pau bem grande, porém sempre demonstrou ser bem hétero. Enquanto ele cochilava, notei que tinha um volume grande saltando de sua bermuda, já que era uma bermuda de moletom, fiquei por horas e horas olhando para aquele pau enquanto ele dormia, só imaginando tudo que eu poderia fazer com aquilo.

Certa hora, resolvi tirar uma foto para ter de recordação, quanto tirei meu cel fez um puta barulho de foto (já que estava silêncio na sala, com todo mundo dormindo), ele acordou e meio que entendeu o que tava rolando, já que eu fiquei meio que olhando de relance para ver se ele acordava. Ele voltou a dormir e eu voltei a ficar encarando aquele pau. Porém, ele ainda estava acordado, e eu não percebi (já que estava olhando outra coisa ao invés do rosto dele), e ele percebeu que eu estava encarando o pau dele. Quando de repente, ele abaixa um pouco da bermuda, deixando o pau com cueca pra fora da bermuda, e deu uma apertada forte e firme nele, quando olhei pra cara dele fiquei morrendo de vergonha de ter visto que ele tinha percebido.

Disfarcei e corri pra cozinha. Menos de 2 minutos depois ele levantou também, e foi atrás de mim na cozinha. Eu estava sentado na mesa, pensando no que eu ia fazer pois minha vontade era pedir um uber e voltar pra casa vuando. Ele chegou perto de mim e ficou em pé na minha frente, olhou pra mim e perguntou:

– ELE: Será que tá todo mundo dormindo?

– EU: Acho que sim, o pessoal não aguentou hahaha (muito tímido)

– ELE: Hm, eu acordei pq estou com o pau muito duro e não consigo dormir.

Nisso eu dei uma leve risada e fingi que nem sabia do que ele tava falando, eu só queria que ele n espalhasse aquilo pra ninguém. Ficou um minuto de silêncio na cozinha com ele em pé na minha frente, enquanto eu estava sentado na mesa meio que olhando pra ele meio que olhando pra mesa. Quando do nada, ele sem tirar muito a roupa, colocou o pau pra fora e disse:

– ELE: Vc pode me ajudar a resolver isso? Eu preciso voltar a dormir.

Nisso eu não respondi, mas ele meio que me puxou pelo braço (carinhosamente mesmo), e me levou até o banheiro que ficava justamente entre a cozinha e a sala onde todos estavam dormindo. Me colocou sentado no vazo, parou em pé na minha frente com o pau pra fora e disse:

– ELE: Só não podemos fazer barulho ta ?

Eu sem nem responder já fui beijando aquele pau que era lindo, devia ter uns 16 pra 17 cm, grossinho, estava meia bomba, e era até um pouco pesado. Fiquei beijando por alguns segundos até que ele abriu meus lábios com os dedos e empurrou o pau inteiro na minha boca, bem devagar, e disse:

– ELE: ah, entao vc aguenta ele inteiro?

Eu ainda com muita vergonha por ser meu amigo, não respondi, mas continuei com o pau na boca.

Quando do nada, ele começou a colocar cada vez mais forte, cada vez mais fundo, 10 minutos depois eu estava já todo babado de tanto que ele tinha metido na minha boca, eu ficava engasgando mas ele não parava, ficou gemendo baixinho a cada socada que ele dava na minha garganta. Eu conseguia sentir o pau dele ficando duro na minha boca e aumentando de tamanho.

Foi ai que do nada senti o pau dele inchando muito, ficando quente, e ele começou a gemer mais alto. Ele segurou minha cabeça com as duas mãos e colocou o mais fundo que podia. Quando eu pude sentir vários jatos, uns 4 ou 5 jatos, bem quentinhos do jeito que eu gosto, escorrendo pela minha garganta e preenchendo toda minha boca, dentes e língua. Engoli tudinho. Na hora que ele gozou, ele gemeu um pouco mais alto, então logo em seguida ele rapidamente colocou o pau ainda molhado pra dentro e voltou pra sala. Fiquei mais alguns minutos no banheiro pensando naquilo tudo e pedi um uber dali mesmo hehehehe.

Chegando em casa bati uma ainda com gosto de leite na boca, pensando naquela mamada que eu tinha acabado de fazer.

Isso aconteceu mesmo, espero que gostem.

Aceito foto do amiguinho de vcs

One Reply to “Mamando o meu amigo hétero”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.