Mamei o coroa da festa

Olá, meus consagrados, tudo belê? Espero que que sim. 🙂
Hoje tomei coragem pra contar o dia que mamei um cara maduro (que eu amo), eu tinha 18 e ele 41. Mas isso não foi obstáculo nem para mim e nem para ele.
Era um dia normal, não tinha programado nada, só uma festa de aniversário de uma amiga, era a noite e fui para festa, chegando lá, tinha só mais família mesmo. Tempo passa e já era umas 22 horas da noite, até que chega um homem lá, tinha seus 41 anos, só dei um olhar de relance e nossos olhares se cruzaram, já senti algo. Achei que era só coisa da minha cabeça, porém teve

Sete Sensações Anestésico

um momento em que todos foi tirar foto e eu e ele ficamos lado a lado e senti a mão dele nas minhas costas passando bem lentamente até perto da minha bunda. Minhas suspeitas só aumentaram que ali tinha coisa. Tempo passou e nós dois só ficava trocando olhares e teve um momento que ele ficou sozinho num lugar mais longe do povo e eu fui lá conversar, começamos a conversar coisas aleatórias até que ele falou que gostou de mim e tals… Enfim, também falou que se eu não iria embora com ele pra um canto da cidade, já que ele é de fora e não tinha casa, e a única casa que ele tinha era a da minha amiga e também não tinha carro, já que ele veio de carona com alguém. Eu disse que sim que esperava ele.

Já era quase 1 hora da manhã e ele foi no banheiro, eu segui ele, e fiquei esperando a porta abrir, quando ele abriu a porta do banheiro e eu verifiquei se não tinha ninguém, já joguei ele dentro do banheiro e tranquei e porta e tasquei um beijo nele e fiquei passando a mão em seu corpo por dentro da blusa preta que usava, sentia seus pelos, o que me deixou mais atiçado, porém atiçava ele também. Pegava sua mão e a colocava na minha bunda, ele estava surpreso por tamanho ousadia, mas mesmo assim ainda correspondia o amasso que ficamos lá por uns segundos até que ele desgrudou de mim e parece que percebeu que o que estava fazendo era muito perigoso, e saiu do banheiro. Um tempo depois eu também saí e esperamos até todo mundo ir. Me despedi da minha amiga lá e fiquei esperando ele numa esquina, já que tínhamos combinado, vi ele saindo nos encontramos e começamos a caminhar madrugada a dentro pelo

o bairro procurando algum canto, não achamos e no meio da rua mesmo decidimos ficamos escorado num caminhão de tamanho médio começamos os amassos lá mesmo, desabotoei o cinto dele e vi que a rola já estava bem dura debaixo da cueca, comecei apalpando e depois tirei a cueca porque queria a surpresinha. Comecei lambendo as bolas dele e depois indo com a língua para o corpo do pênis como sempre faço, depois abocanho a rola inteira e começo a sugar aquele pedaço de carne, fiquei um tempo lá, tinha até esquecido que estava em público ele gemia muito e Escutamos um barulho de chave e porta e saímos de lá, tive que interromper todo o processo bruscamente.

Indo pela rua debaixo achamos um cantinho que ficamos lá durante um tempo se agarrando e beijando e ele me dedando, senti aquela mão áspera apertando a bunda me fazia despertar um tesão. Ficamos nisso até ele desabotoar a calça novamente e colocar pra fora aquela vara e bem pensei duas vezes e coloquei na boca de volta e continuei o processo de mamar até o talo. A posição que estávamos não era confortável e também tinha a questão de ser em público e o medo de ser pego tinha a todo momento, mas isso também parece que dava mais tesão ao momento. Fiquei lá, chupava tudo mesmo. Até ele pedir pra eu dar pra ele, estávamos os dois sem proteção e não tinha como, então fiquei só no boquete e ele colocando os dedos no meu buraquinho. Bom, depois disso bati uma punheta pra ele enquanto o beijava e ele gozou fartamente no chão. Depois disso ficamos um tempo descansando sentados. Sentei no colo dele com as pernas apoiadas nas pernas dele, estava de lado e aconcheguei minha cabeça em seu peito, bem coisa de casal. Mas depois de um tempo eu senti novamente algo endurecendo entre minhas coxas. Ele disse com aquela voz meio rouca pra lamber ele novamente. Tirei aquela calça até um pouco abaixo da cintura, e já vi meu brinquedo esperando no ponto, com os pelos aparados, cabeça rosada, e suas bolas grandes. Comecei lambendo um lugar da barriga e aproveitava e lambia aqueles pentelhos que tem na barriga, o que queria mesmo era passar a língua em todo aquele peitoral peludo mas nada (porque infelizmente não podíamos tirar a roupa.) E fui descendo até encostar meus lábios na base, comecei chupar com a boca de lado e depois colocando a cabeça inteira e desci tudo, fazendo uma garganta profunda, que aparentemente ele gostou porque estava de olhos fechados e apertava os lábios. Logo ele colocou a mão na minha cabeça e puxou meus cabelos, agora ele conduzia o boquete, com rapidez, força ou lentidão. Enfim, fiquei um bom tempo ali sentindo todo aquele membro dentro de minha boca saindo e entrando, uma hora colocava tudo e tirava, ficou nisso, enquanto ele ia introduzindo seu dedo lá dentro de mim por dentro da minha calça e ficava fazendo movimentos circulatórios. Aquelas mãos bem maiores que a minha, que agora as duas estavam em minha cabeça fazendo movimentos rápidos e com força, ele ia conduzindo com mais velocidade e força, me fazendo até engasgar tinha hora, o barulho que estávamos fazendo era alto e provavelmente já teria visto por alguém aquela cena. Mas nem ligava mais, estava tão concentrando ali. Estava com muito tesão. Enfim, ele acelerou, e agora puxava meus cabelos com mais força até que senti seu membro inchar dentro de minha boca e agora toda sua rola estava lá dentro e sentia os 6 jatos de sua gala sendo expelidos no fundo da minha garganta. Ele soltou meus cabelos e continuei chupando mesmo depois dele ter gozado. O que fez ele se remexer ainda mais por conta de estar bem sensível. Eu amo isso. rsrsrs.
Não tinha como não engolir, engoli tudo, sem deixar nada dessa vez escapar, e ainda limpei sua rola inteira. das bolas até sua virilha.
Nesse momento já era tarde e decidimos ir embora, acompanhei ele até perto de onde estava passando os dias, dei um beijo bem gostoso naquela boca por mais ou menos 1 minuto, e fui embora pra casa bem feliz e alimentado. E ainda quando cheguei em casa eu bati uma e gozei bem gostoso. E assim termina essa noite.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.