Minha primeira experiência com homem

Eu sou o Luci, tenho 20 anos, 1,75 m, branco. Vou contar como foi minha primeira experiência com um cara.
Sempre tive curiosidade em saber como era, e anteriormente só pegava garotas. Quase nunca transava, era só pegação (beijos e amassos). A única experiência que tinha com outra pessoa do mesmo sexo era mão amiga com um primo mais novo.

Sete Sensações Anestésico


Morava sozinho e de vez em quando vinha algum amigo aqui em casa. Um dia meu colega estava aqui, mas ele não curti e nem sabe nada sobre mim(que sou bi). Resolvi baixar o Tinder e dar uma espiadinha pra ver o que tinha lá. Foto vai e vem, dou match com um rapaz. Ele toma iniciativa e manda mensagem primeiro, eu ja estava com pensamentos ruins, imaginando coisas com ele. Mesmo sem nunca ter feito nada, até pq eu só conhecia o que os xvideos me mostrava kkkk. Nisso não poderíamos nos encontrar no mesmo dia pq eu tinha visita. Continuando… Ele fala que frequenta academia (coisa que percebi nas fotos), gosta de filmes e séries, mas ele não é exagerado no corpo, eu diria que é PERFEITO. Pois bem, conversamos um pouco e marcamos de nos encontrar no dia seguinte.

Quase não dormi, imaginando como seria e pra onde iríamos se fosse rolar algo. Ele falou que era ativo e tinha 25 anos, de barba, uns 1,70m, bem definido (LINDO), ruivo e de cabelo bem curtinho.
Eu decidi comigo mesmo que como era minha primeira vez, seria no máximo beijos e uma punheta.
O dia parece que amanheceu rápido, o encontro seria as 19h em uma lanchonete perto da minha casa. Eu não queria levar ele para lá pq os vizinhos poderiam desconfiar, já que ele nunca tinha andado aqui e poderia demorar.

Logo chegou a noite e minha ansiedade estava me matando, eu não sabia o que fazer, até porque eu mandava bem com as meninas. Mas agr ia mudar um pouco, era um cara e eu não queria passar uma má impressão.
Fui para a lanchonete, pedi uma Coca-Cola de latinha e esperei ele chegar. Não demorou, ele chegou de moto e capacete, parece que vinha direto do trabalho. De longe me avistou e chegou perto, com um lindo sorriso falou: “Oii”. Logo respondi e começamos a conversar um pouco. Decidimos dar um volta de moto pelas ruas mais desertas do bairro. Ele era safado e já tinha tudo ma mente. Falou que poderíamos conversar melhor em outro lugar. Saímos decididos que ia rolar algo. Ele parou em uma estrada de barro, deserta e escura. Descemos da moto, expliquei que eu estava um pouco nervoso e que nunca tinha dado nem um selinho em outro cara. Ele sorriu e falou: “Não se preocupa, é igual beijar mulher, é a mesma coisa.”
Eu estava em transe, encostado na moto e a observar o quanto ele era bonito. Ao mesmo tempo muito nervoso.

Ele sorriu manhoso e se aproximou, foi encostando pouco a pouco, de repente ele me beija suavemente e cola seu corpo quente ao meu. Não demorou muito, meu pau subiu de vez, duro igual pedra, e logo percebi, o dele também tava muito duro já.
Eu o abraçava bastante, beijava ele e, ele com mais desejo fazia o mesmo. Era maravilhoso beijar aquele garoto ruivo e de corpo muito sexy.
Muitos beijos e de repende aponta uma luz um pouco distante, era uma moto que vinha em nossa direção. Rapidamente fingimos estar mexendo no celular. Depois montamos na moto e fomos para um local mais a fundo e escuro da estrada.
Lá não exitei, descemos da moto e eu fui ao seu encontro beija-lo. Nossos paus estavam duros pra caramba. Ele era muito safado, abre o zíper e põe aquela delicia na cueca à mostra. Eu falei que nao ia ter sexo e ele entendeu. Então ele falou: “Pega nele vai”. Nossa, o tesão foi a mil, rapidamente peguei nele e sentir pulsar, era maior que o meu, quente e bonito.
Nisso, ele me levanta abraçando fortemente. Eu estava com muito tesão, mas tinha medo, era minha primeira vez e nem conhecia ele.
Ele pega e abaixa meu short, liberando meu pau pra fora, duro igual pedra, babando muito. Ele bate uma punheta pra mim enquanto eu faço o mesmo nele.
Nossas respirações estão ofegantes, beijo ele e amento o ritmo com aquele pau lindo na minha mão, acho que era uns 19cm, o meu é 16cm. Ele avisa que vai gozar e pede que eu continue. Logo ele solta um jato tão grande e longe que eu fico impressionado, acho que foi uns 6 jatos de MUITA porra.
Nossa, aquilo me deixa vidrado de tesão, rapidamente gozo muito gostoso também.
Nos limpamos e percebemos que até a moto tinha porra. Nos vestimos, ele liga a mota e vamos embora. Ele me deixou perto de casa e nos despedimos.
Sim, teve outros encontros.. contarei em breve.
Comente o que vc achou, e desculoe alguns erros ortográficos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.