O diarista bem dotado me deixou todo arrombado

Moro no interior do DF, minha cidade tem em média quinze mil habitantes como eu não tenho uma vida social ativa, conheço pouco as pessoas,claro, conheço muita gente pelo rosto, mas quando se refere aos nomes delas, fico perdido. Então é normal você conhecer o filho gostoso do padeiro que as vezes vem me trazer pão e leitinho bem fresquinho, se é que me entendem. Também tem o carinha bombado da academia que paga uma de machão e capoeirista que adora dá umas aulas particular pra mim, e sem roupa, é pau entrando e saindo. Até já fiquei

Continue lendo… “O diarista bem dotado me deixou todo arrombado”

Chupando o frentista gostoso

E aí putos , dei uma sumida né , a vida sexual tá mais parada do que a água que o mosquito da dengue se reproduz hahahaha
Mas na sexta agora (23/10) que foi feriado na minha cidade deu uma animada e uma situação gostosa aconteceu comigo.
Eu tinha ido almoçar no shopping e na volta resolvi abastecer logo, cheguei num posto pequeno até ,e tava vazio até pensei que não tinha ninguém quando paro, vejo o Frentista vindo , ele era moreno escuro , uns 1 90 de altura por aí e bem forte um rosto bonito e nem

Continue lendo… “Chupando o frentista gostoso”

O dia em que perdi minha virgindade para meu tio

As vezes fico pensando se o que vou relatar aqui não será interpretado como algo ruim, mas sei também que há muitos jovens como eu era na época que vão se identificar comigo.
Eu tinha a idade de um adolescente que acabara de entrar no ensino médio, um jovem magro, educado e sim, já mostrava meu lado afeminado. Eu compreendia que o meu gostar por garotos naquela idade já definia minha sexualidade, mas claro, eu tinha vergonha e medo dos meus pais descobrirem, então eu simplesmente procurava ficar longe de encrencas, e isso era, negava qualquer cantada que eu recebia de alguns colegas que davam sinal de que queriam ficar comigo, meu medo de ser descoberto me causava arrepios.

Continue lendo… “O dia em que perdi minha virgindade para meu tio”

O pedreiro da obra

Acordei com o pau duro que era uma pedra, fui para empresa já pensando pedreiro ( vou colocar apelido de Pedro), reuniões pela manhã toda, só pude ir na obra perto meio dia, e Pedro já estava no corredor saindo para tomar banho, dei uma ajeitada no pau já duro ele me esperou no corredor e perguntou se eu preciso de alguma coisa, eu respondi que precisa de um cuzinho amigo, ele riu e disse só se for agora, vou aí banho onde te encontro, respondi que na garagem privada, e dei uma apertada naquela bundinha dura.

Continue lendo… “O pedreiro da obra”

Chupando um casado no carro

Olá seus putos! Vou começar me apresentando,tenho 27 anos,176,76 kg discreto,moreno,liso e não afeminado. Esse conto é real e os fatos aconteceram no inicio desse ano um pouco antes da pandemia.
Estava eu em um sábado à noite no bp da uol e tinha um cara com um nick de “ quero ser mamado”. Começamos a conversar e a falarmos aquelas coisas básicas sobre descrição de aparência,bairro etc

Continue lendo… “Chupando um casado no carro”

Chupei um coroa gostoso dentro do ônibus

Estou sumido meus gostosos, mas isso não significa que esteja sem aprontar!!! Rsrs
Estou solteiro agora e aprontando mais do que nunca.
Ontem estava no terminal rodoviário retornando para minha casa e pude ver um coroa baixinho branco, aparentemente tinha seus 43 anos. De camiseta, moleton e boné. Vi o mesmo indo ao banheiro, aproveitei e fui logo em seguida. Ele estava na parte dos mictórios e logo fiquei um pouco distante dele para não dar bandeira. Mas, ele olhava e afastou um pouco para que eu pudesse ver sua piroca. Tamanho normal e belo saco grande. O faxineiro estava a limpar, então não rolou nada. Continue lendo… “Chupei um coroa gostoso dentro do ônibus”

Virei putinha na prisão

Oi pessoas
Como não tive mais experiências novas, só me resta fantasiar. Então vou contar como se tivesse acontecido, no passado.
Bom, eu como sou divorciado, atrasei a pensão dois meses, sou vendedor e foram dois meses difíceis.
Minha ex não quiz saber de conversa e fui dormir na prisão uma semana.
Me colocaram em uma cela com mais dois presos, um negro de seus 1,75, desses que aparentam que fizeram musculação no passado e agora está meio gordinho, com aquela barriguinha de chopp, mas um peitoral avantajado e pernas fortes, troncudo, o outro com cara de malandro corpo esguio, e também na faixa de 1,70.

Continue lendo… “Virei putinha na prisão”