Pegação no banheiro público

Me chamo Caio tenho 31 anos, moreno claro, 1,90 de altura e peso uns 89kg, não sou bombado, mas gosto muito de academia, sou gay mais não assumido e ninguém nota que sou, acho que pelo meu porte físico e sou muito sério, sou de Betim e trabalho em BH Minas Gerais.

Bom, esse conto aconteceu dia 14/08, um dia antes do feriado que teve em BH. Tinha retornado de férias na segunda feira e já na quarta iria ter um feriado, ai decidi ir ao centro de BH comprar umas coisas para fazer, pois não tinha nada em casa, já que estava viajando.

Estava na rua Curitiba e do nada resolvi entrar na galeria do ouvidor e vi que lá tinha uma lanchonete e resolvi fazer um lanche. Quando fui embora questionei se lá dentro havia algum banheiro para o público e a moça disse que no primeiro andar tem.

Fui de boa, sem intensão nenhuma, e quando vou entrar tinha um senhor de idade entrando, em seguida um cara que parecia ser funcionário de alguma loja de lá e depois eu. Quando entro, noto um banheiro arrumadinho, limpinho e achei muito legal por ser público. Logo na entrada tem um reservado, depois as pias, mais dois reservados, inclusive um estava fechado, e depois três mictórios.

O senhor estava no primeiro, o outro cara no último e eu não quis entrar no reservado e fiquei no do meio, comecei a mijar, o senhor saiu e foi lavar as mãos, o cara do lado já havia acabado, mesmo assim e continuou lá e eu ainda mijando.

Do nada vejo ele se masturbando e vindo na minha direção pegando no meu pau, eu já estava afim de algo mesmo, então deixei rolar. Fiquei de costas para as portas do reservado e o cara me mamando, quando assusto um cara sai de lá e nos pega nessa situação. Pensei “ferrou agora”, e coloquei meu pau para dentro e o outro ficou ainda se masturbando e vendo o outro cara que estava curtindo.

Como sou alto, de onde eu estava eu via se alguém entrava, ficou tranquilo aí a putaria começou. Ficavam revezando nas mamadas, tudo muito gostoso. O cara que entrou comigo era um pouco gordinho, mas com um pau legal, o que estava no reservado estava bem vestido, um moreno lindo, barba bem feita, cheiroso, um tesão. Começou a mamar gostoso.

O telefone do gordinho toca e ele teve que voltar para loja ficando só eu e o moreno gostoso. Propôs ele de ir para o reservado pra gente ficar à vontade e lá a transa rolou.
O cara era muito gostoso. Foi uma foda regada a muita adrenalina pois havia sempre pessoas entrando e saindo, pois já era mais de 17 horas e muitas pessoas estavam indo para suas casas, então iam lá, davam uma mijada e saiam rápido.

O que mais gostei foi do jeito que o barbudo ficou agachado em cima do vaso para poderem ver somente meus pés e não notarem que tem algo de errado, e com a bunda empinada. Nossa deu tesão aqui só de lembrar essa cena. Pau duraço aqui…. E eu metendo bem lento sabe pra não fazer barulho das estocadas. E ele até tremia de tesão.

Aí escuto caindo na água do vaso o gozo farto dele, o safado gozou sem colocar a mão no pau, pois as duas estavam na parede apoiando para não desequilibrar.

Eu logo em seguida perguntei se podia gozar na boca dele. Ele de imediato deixou. Eu quis gozar logo para não dar motivo de alguém entrar para vistoriar, pois viram que entramos e não saímos, então algo podia estar acontecendo.

Enfim, gozei muito na boca dele, e ainda roubei um beijo dele com a boca cheia da minha porra. Trocamos contatos e ainda não marcamos nada, mas ainda terá outra vez.

Se alguém de BH ou Betim ou região metropolitana ler esse conto, me chama aí pra trocar ideia, quem sabe podemos nos esbarrar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.