Sendo obrigado a chupar pau do meu primo

Tenho 18 anos sou negro bem claro tenho 1,85 de altura e 85 kg corpo bem torneado pois jogava handebol barriga seca se gominhos mas, seca meu nome é João. Meu primo tem 35 anos é alto 1,90 de altura 95 kg pernas muito grossas corpo bem Bonito só que tinha uma barriga saliente, seu Walace …


Então, isso aconteceu ano passado no início do ano, meu primo ele é HÉTERO pai de quatro filhos 5filhos 4 meninas e um menino, e tinha largado a mulher mas, tinha uns rolos com outras mulheres…
Ele passou a morar na casa da minha vó por ter se envolvido em diversas coisas erradas, então fugido foi para a casa da minha vó que para glória fica do lado da minha, o volume em seus calções de tactel sempre chamou muito minha atenção e mesmo que tentasse não conseguia mesmo tirar os olhos daquele volumão, e ele sempre percebia e sempre pra me provocar passava as mãos da rola e começava a coçar e apertar e isso me deixava cada vez mais louco, mas fingia ao tentava ao máximo não mostrar interesse.
Quando ele voltava dos bicos que fazia pelo bairro quase todas as vezes a noite ia banhar no quintal e isso me deixava super feliz pois não saia da casa da minha vó e no banheiro tinha um buraco que conseguia ver quem estava banhando no quintal.
E foi quando ele foi para o quintal e eu corri mais que depressa pro banheiro e fui para minha gruta olhar aquele primo lindo e gostoso e foi aí que me surpreendi ainda mais com o tamanho da sua rola era muitoo grossa mesmo e muito grande fiquei assustado pois além da minha rola eu olhei apenas a do meu pai que era menor que a minha, o susto passou e o tesão perpetuou minha rola já estava impedrada vendo aquele gostoso tomar banho e foi aí que eu quando ele foi pegar a água no tanque bateu o olho no buraco e me viu.
Meu coração pessoal até aquela hora faltou sacar pela minha boca de tão nervoso passou mil coisas na minha cabeça aqueles segundos.
-Mds ele vai contar tudo pro meu pai tô acabado..
Entretanto pra minha alegria ele continuou banhando como se nada tivesse acontecido eu fiquei muito feliz todavia, saí de lá mais que depressa e fui pra sala onde todos assistiam a novela das 21 da globo kkk com o coração a mil…
Estava no sofá que fica de frente para o corredor quando vi-o saíndo do quintal e indo para o quarto, fiquei feliz porque aí pude ter a certeza que ele não faria nada e pelomenos aquele dia não contaria pro meu pai, contudo o medo foi embora e o tesão perpetuou novamente quando vou bem devagarinho para a cozinha fingir que ia pegar água e reparei que o quarto dele que é o último da casa estava aberta e não meu aguentei e entrei, ele estava dormindo e coberto apenas por uma toalha fiquei um pouco espantado, mas tava com muito tesão, e me certifiquei de que ele estava realmente dormindo, chamei-o pelo nome balancei-o e tomei coragem e comecei a passar a mão por cima da toalha e seu pau estava duro peguei a toalha e tirei do corpo dele e comecei à apaupa-lo e com a mão direita levantei o mastro que de tão grosso minha não não fechou toda faltava uns dois dedos e fiz movimentos de uma leve punheta, e ele se levanta rapidamente da cama e me pega pelo braço tento correr, mas ele era mais forte e disse:
– para aí caralho, se tu sair daqui eu vou contar tudo pro teu pai, que tu tava me olhando pelo banheiro e tava passando a mão no meu pau dormindo.(sussurrando)
E me puxou ainda mais forte pelo braço e me sentou na cama e levantou e disse:
– bora chupa agora minha pica caralho, chupa, chupa ohhh…
Nisso já estava atracado com a rola imensa que mal cabia em minha boca, ele forçava toda a rola em minha garganta e quando botava a minha mão pra tentar tirar pois estava me engasgando mais que depressa ele tirava a minha mão da pica dele e falava:
– essa rola vai entrar toda em rua garganta viadinho do caralho…Tu tá gostando?
Eu com a boca completamente cheia de piroca tentava falar, mas, parecia mais um mudo…
Até que a rola inchou ainda mais e ele começou a socar muito forte na minha garganta e as minhas tentativas de tirar o pau dele da minha boca eram totalmente em vão até que senti um jato muito forte no fundo na minha garganta que saiu pelo meu nariz, era seu delicioso leite, tirou a rola da minha garganta e lambuzou toda a minha cara com jatos muito forte de gala e ficou esfregando a rola na minha cara apertando o pau pra ficar na minha cara até a última gota de gala que tivesse dentro da rola.
Peguei a toalha que ele tava enrolado e limpei minha cara, ele pegou e me deu um tapa bem forte falando:
– tá louco caralho essa toalha e minha fudido.
-desculpa
– desculpa nada, viadinhoo da porra não sei onde tô com a cabeça que não como logo esse teu cu porra, sai logo daqui sai, e se eu te ver passando aqui pela cozinha só tu vai ver, hoje tu só chupou mas, da próxima vez eu vou comer é teu cu virgem caralho.
Gente eu gelei juro pra vocês e fiquei um bom tempo sem ir pra cozinha da minha vó só, se fosse hoje eu faria questão de ir na cozinha só mas, aquele época meu fogo aflorou totalmente foi aquele dia e era coisa demais pra mim em um momento só….
Então é isso pessoal votem se tiverem gostado e comentem também se quiserem mais histórias da minha vida, como disse aflorei aquele dia, só não pra ele pois até hoje tenho medo dele e da sua rola real…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.