Uber peludão e muito safado

Me chamo Eduardo, tenho 30 anos, branco, peludo, 1,80m, gordinho (110kg) bunda grande e peludinha, rola de 18cm… sou versátil. Moro em SP/Capital.

Sete Sensações Anestésico

O conto a seguir é verídico e aconteceu em fevereiro desse ano. Fui ao cinema com uma amiga, no shopping Santa Cruz, e após o filme, umas 22h30, me despedi dela na frente do shopping e fiquei esperando um uber pra casa. Pela foto do motorista (Marcos) já achei ele lindo, apesar de nunca ter tido a sorte de rolar alguma coisa com motorista de app… até hoje!

O Marcos encostou o carro e já entrei, atrás, porque sentar na frente facilita mas acho muito invasivo. E confirmei que ele era uma delicia. Grande, alto (uns 1,85m) cabelo raspado máquina 1, barba grande e cheia no rosto todo, braço bem peludo (todo peludo, que só confirmei depois) mão grande e pernas grandes, estava de calça preta larga, parecia um moletom. Voz gostosa e muito simpático/atencioso. Perguntou da música e do ar, estava tudo ótimo.

Ao sair, mencionou que mora próximo do endereço em que estavámos a caminho e que facilitaria, já que estava encerrando o dia. Preferi não comentar que estava indo pra casa, mas perguntei se era cansativo passar horas no volante.

Conversa boa… e pela metade do caminho ele ajustou o retrovisor central do carro e percebi que deixou numa posição que dava pra olhar melhor nos meus olhos! Nisso já senti aquele frio gostoso na barriga e retribui o olhar na hora.

Minha rola já foi ficando dura e eu bem safado comecei a alisar ela por cima da calça e olhava no retrovisor enquanto conversava com ele me olhando também. Quando não estava olhando pro retrovisor, eu ficava olhando pro braço e mão dele, e pra perna, e obviamente ele reparou. Ele começou a falar que se sente mais a vontade quando os passageiros gostam de conversar e trocar ideia e que se eu quisesse ele pararia para eu trocar de lugar e sentar na frente para facilitar o papo.

Nessa hora minha senti minha rola ficar melada na cueca (meu pau baba demais) e tive certeza das intenções dele. Na hora disse que de boa, ele encostou e eu sentei na frente. Obviamente nessa altura do tesão minha rola estava duraça e ele reparou no volume quando eu abri a porta do carro e sentei. Ao sair, ele virou uma esquina, parou no faról e já deu uma apertada na rola… nessa hora eu fiquei louco, porque aí deu pra ver melhor que a rola dele era enorme e também tava dura e ficou marcando na calça larga.

Ele sorriu (sorriso lindão) e disse sem medo que na hora que eu entrei no carro ele já sabia que ia rolar uma putaria! Eu fiquei meio sem reação mas disse que só de olhar a foto dele antes de chegar eu já fiquei desejando curtir com ele. Nessa hora ele pegou minha mão e levou na rola dura dele e veio pegar na minha. A gente ficou punhetando o outro por cima da calça um bom tempo e ele dizendo que tava louco de tesão o dia todo e precisava de um cara safado pra aliviar ele.

Eu disse que seria um prazer deixar ele bem relaxado e enfiei a mão dentro da calça dele tirando a rola pra fora. Delícia demais… com pele, peludo, uns 20cm, cheia de veia, cabeça vermelha, não muito grossa e já melado também. Comecei a punhetar ele gostoso. No próximo faról, ele veio pra cima de mim e me deu um super beijo de lingua, molhado, e mordeu meu lábio. Pena que o faról abriu!

Beijo gostoso demais… coloquei minha rola pra fora da calça e fiquei me punhetando enquando batia uma pra ele. Nisso, ele disse que conhecia uma praça tranquila perto de casa e que essa hora ficava escura e sem ninguém. Perguntou se eu toparia parar lá e curtir gostoso. Aceitei na hora, o carro era com insulfilm, mais tranquilo ainda.

Assim que ele parou o carro, abaixou a calça, passou o dedo na cabeça da rola dele que tava babando, lambeu a baba e me beijou… depois me pediu pra chupar ele. Que rola incrível… cheirando macho, lambi a cabeça e fui engolindo ela inteira e comecei a mamar. Ele com uma mão na minha cabeça e a outra tentando achar meu cuzinho dentro da calça. Disse que queria me comer e se eu topava sentir a rola dentro de mim ali no carro mesmo. Sorte que o carro era grande, um Kicks.

Passamos os dois pro banco do trás sem sair do carro. Baixei a calça e subi em cima dele, com os joelhos no banco e ele com as mãos grandes na minha bunda. Senti a rola quente e melada dele encostando no meu cuzinho peludo e não conseguia parar de beijar ele. Ele cuspiu na mão e melou mais ainda a rola depois que colocou uma camisinha, e fez o mesmo no meu cuzinho. Nessa hora eu fiquei maluco e morrendo de medo ao mesmo tempo, estávamos na rua. A rola foi entrando, ele tinha uma super pegada e ao mesmo tempo era carinhoso. Eu senti cada centímetro daquele pau me deixando com muito tesão e comecei a rebolar pra ele, que tava segurando minha bunda com as duas mãos. Ficamos um bom tempo assim, até ele começar a bombar mais forte e segurar minhas nádegas gostoso. Disse no meu ouvido que ia me encher de leite de macho.

Eu gozei com ele dentro de mim. Sorte que ele abriu a camisa, senão teria melado tudo. Segundos depois ele se contorseu e gemeu gostoso gozando com a rola enfiada no meu cuzinho.

Ficamos nos beijando um tempo, nos limpamos, conversamos uns 10 minutos sobre fazer isso mais vezes e trocamos telefone. Ele me deixou em casa e disse que dormiria bem relaxado aquela noite. Semana passada ele veio aqui em casa, mas isso conto depois!

Espero que tenham curtido. A foto abaixo ele me mandou um dia antes de vir em casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.